IGREJA EM CÉLULAS 

Gostaríamos de aproveitar esta oportunidade que temos de conversar com você a respeito de algo que tem lugar especial em nosso coração: a visão de uma igreja em células. Esta é a grande pergunta que ouvimos de muitas pessoas: “Afinal, o que é isso?” De forma bem sucinta, pode-se dizer que é colocar os grupos pequenos de evangelismo e acompanhamento pastoral no centro do seu ministério.
 
Importante: O ministério em células não é mais um programa na igreja, e sim o coração da igreja. Há uma grande diferença entre uma Igreja com (1) células e uma Igreja em (2) células. Vejamos:
 
1 - As células são apenas mais um setor na igreja.
2 - As células são a mola propulsora da vida da igreja.
 
Por que o ministério EM células?
 
- Para que o Evangelho seja anunciado àqueles que não conhecem Jesus ou ainda não o receberam como seu único e suficiente Senhor e Salvador;
- Para que seus participantes se edifiquem mutuamente como membros do corpo de Cristo;
- Por fim, para multiplicação e crescimento do Reino de Deus, na medida em que o grupo cresce por meio do evangelismo e das conversões que se seguem.
 
Vemos a célula como a espinha dorsal da igreja. Ou seja, toda sua articulação começa nela. Por exemplo: registros dos membros, freqüências, estatísticas, pastoreamento, vida social, evangelismo, etc. As informações de cada célula são remetidas ao registro geral da igreja.
 
A célula é a porta de entrada para a comunhão com o restante da congregação, ou igreja local, para a celebração maior.
 
Qual é o primeiro alvo da Célula?
 
MULTIPLICAR – GANHAR VIDAS PARA JESUS**
 
Então Jesus chegou perto deles e disse: — Deus me deu todo o poder no céu e na terra. Portanto, vão a todos os povos do mundo e façam com que sejam meus seguidores, batizando esses seguidores em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ensinando-os a obedecer a tudo o que tenho ordenado a vocês. E lembrem disto: Eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos. (Mt 28.18-20)
 
O propósito principal de cada célula deve ser o resgate de vidas de dentro do pátio do inferno, redirecionando-as ao propósito eterno de comunhão com Deus. Do contrário, pode acabar por tornar-se apenas uma igreja com células, ou algum tipo de clube social.
 
Qual é o segundo alvo da célula?
 
PASTOREAR
 
“Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão da dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil”. (Hb 13.17)
 
Qual é o terceiro alvo da célula?
 
DISCIPULAR
 
“E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros”. (2 Tm 2.2)

Explorando a Igreja em Células

Na igreja em células há um equilíbrio entre as reuniões de células e as celebrações maiores. Ela pode ser mais bem caracterizada como uma “igreja de duas asas”, em que uma delas é a célula, e a outra, as celebrações maiores ou congregacionais.
 
Se há apenas uma dessas “asas”, ou se há um desequilíbrio entre elas, a igreja se torna incapaz de voar apropriadamente. Se as duas asas estão equilibradas, a igreja pode voar para posições mais altas.
 
Muito embora não encontremos este termo na Bíblia, seu significado aplica-se de forma fiel à estrutura dos grupos pequenos. Na biologia como já exposto, as células são a estrutura mais básica e fundamental dos organismos vivos. É através delas que o corpo humano cresce e a vida se renova constantemente. Isto acontece porque a célula contém em si todas as informações genéticas daquele corpo e se submete ao interesse do organismo como um todo.
 
Isso significa que através de uma única célula podemos conhecer as características de todo o corpo.
 
Podemos, então, definir “célula” como um grupo de pessoas identificadas com a igreja local, que possui identidade e ambiente familiar, proporciona cobertura espiritual para seus membros e ganha novas vidas para Cristo.