Base Bíblica: A “Casa de Paz” tem por base o texto de Lucas 10: 1 – 9.

“Depois disso o Senhor designou outros setenta e dois e os enviou dois a dois, adiante dele, a todas as cidades e lugares para onde ele estava prestes a ir. E lhes disse: A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Portanto, peçam ao Senhor da colheita que mande trabalhadores para a sua colheita. Vão! Eu os estou enviando como cordeiros entre lobos. Não levem bolsa nem saco de viagem nem sandálias; e não saúdem ninguém pelo caminho. Quando entrarem numa casa, digam primeiro: Paz a esta casa. Se houver ali um homem de paz, a paz de vocês repousará sobre ele; se não, ela voltará para vocês. Fiquem naquela casa, e comam e bebam o que lhes derem, pois o trabalhador merece o seu salário. Não fiquem mudando de casa em casa. Quando entrarem numa cidade e forem bem recebidos, comam o que for posto diante de vocês. Curem os doentes que ali houver e digam-lhes: O Reino de Deus está próximo de vocês”.

Jesus, treinou, abençoou e enviou os setenta para que eles fossem condutores do Seu Reino. Determinou às duplas que, ao entrarem na cidade, deveriam ir as Casas levando a Paz e o Evangelho da Salvação. Instruiu ainda que, ao entrar em uma casa, e se a mesma não aceitasse a paz, ela, “a paz” voltaria para Eles. Este momento na história aconteceu à um pouco mais de um ano, após o envio dos doze discípulos de Jesus para iniciarem o processo de evangelismo, cura e salvação das vidas. Entendemos que todos precisam estar engajados no crescimento do reino de Deus. O próprio Jesus ressalta que a colheita é grande porem, a uma carência de trabalhadores (semeadores).

Acreditamos que nestes últimos dias, haverá um grande derramar do amor de Deus pelos perdidos, e para isso é necessário que todos nós sejamos condutores desse amor, da graça e poder de Deus sobre as vidas, principalmente, em levar a paz para dentro dos lares, onde satanás e seus demônios têm feito muitos aprisionamentos. Acreditamos que chegou esse tempo de muita colheita.

Porque da “Casa de Paz”? Ela surge, com base em uma carência muito grande de evangelismo. Então, juntamos dois pontos: “o tempo kairos de Deus” e um “comprometimento mais contundente dos membros”, que resultará em uma fórmula simples e eficaz que é ganhar vidas para o Senhor Jesus. As vidas alcançadas dentro da “Casa de Paz” serão integradas à nossa família de Cristo, que é a Comunidade Vida Nova.

Como será a dinâmica da “Casa de Paz”? Todo o processo começa com a preparação das nossas células, onde os membros são desafiados, primeiramente a se envolverem em oração para que famílias (casas) se abram à palavra de Deus. Paralelamente, os estudos (Lâminas) das células são direcionados e específicos, no sentido de encorajar e instruir todos quanto à missão de saírem para encontrar e estabelecerem as casas, lembrando sempre que sairão de dois em dois (com base em Lucas 10: 1).

Além do tempo de preparação e organização, haverá também uma reunião geral com todas as duplas para instrução sobre como devem proceder nas casas, estudos a serem ministrados e unção por parte de todos os Pastores para o envio dessas duplas.

Logística nas casas:
O período nas casas será durante sete semanas e, para isso, tudo o que é feito em relação ao projeto é embasado por muita oração e preparo com os semeadores que devem estarmunidos de convicção e entusiasmo.
 
A reunião na “Casa de Paz” será objetiva, não durando em média, mais que uma hora. As pessoas da família anfitriã são incentivadas a convidar parentes e amigos que possam participar das reuniões. Em cada encontro na casa anfitriã, um tempo será separado para orar pelas necessidades da “Casa” que generosamente foi aberta. Semanalmente na celebração maior (culto de domingo) todos os pedidos de oração serão levados à igreja pelo semeador, para que toda a igreja ore em favor.
 
Critério quanto as Duplas Enviadas:
 
Os integrantes das duplas são chamados de SEMEADORES. O critério para a formação desses pares é que sejam pessoas comprometidas com a célula e a igreja e que tenham concluído a Classe de Integração e ido ao Encontro com Deus. Eventualmente e, a critério dos Pastores, uma pessoa que está iniciando sua trajetória na Comunidade, e que está dando sinais claros de seu compromisso com a igreja, poderá ser enviado.
 
Subsídios e Material aos Semeadores:
 
Os estudos apresentados nas casas não são reflexões autônomas dos ministradores, mas constituem um kit com 06 aulas escrito e revisado pelos pastores da Igreja.
 
Conclusão de um ciclo da “Casa de Paz”:
 
Conforme informado, a duração de uma “Casa de Paz” será de sete semanas, sendo que as seis primeiras se destinarão ao estudo, conforme o Kit entregue. Na sétima semana será a confraternização na casa, com todos os participantes. Será um tempo de muita descontração e alegria. Na oportunidade será ressaltado que haverá um culto especial (formatura) para todos os participantes da “Casa de Paz” e que a Comunidade Vida Nova, se sentirá honrada com a presença de todos, inclusive parentes e amigos.
 
Perguntas e Respostas:
 
1ª - Qual o critério para a formação das duplas? Um dos participantes tem que ser líder ou que tenha concluído o curso de líderes?

- Não!
Cabe ao líder da célula a definição e acompanhamento das duplas, onde alguns fatores devem ser considerados, tais como: afinidade, facilidade de se encontrarem e, na medida do possível colocar alguém mais maduro junto a um menos experiente. Não temos restrição para que o casal trabalhe junto, pelo contrário, incentivamos que seja o casal a dupla de semeadores.

2ª - Poderão ser formadas duplas envolvendo pessoas de células diferentes?

- Entendemos que não é recomendável, pois dificultaria a supervisão, mas não é proibido.
 
3ª - Quantas “casas” cada dupla pode abrir?

- Não existe limite. Por se tratar de evangelismo, quanto mais, melhor! Como se trata de um esforço evangelístico de duração limitada, se houver disposição e tempo para abrir várias em endereços diferentes, podem e devem fazer.
 
4ª - Pode alguém começar a frequentar uma “Casa de Paz” no meio do processo sem ter recebido as primeiras ministrações?

- Sem dúvida! Para a salvação de vidas não há restrição.
 
5ª - Como se dará o acompanhamento das duplas que foram enviadas a abrir as “Casas de Paz”?

- O acompanhamento por parte do líder é imprescindível. A cada 15 dias deve ter um tempo para ouvir as experiências e dificuldades, bem como, encorajá-los, orar com eles e passar as orientações necessárias. No caso do líder ser o Semeador, deve se reunir com seu supervisor. E segue o mesmo princípio se for o Supervisor o Semeador.
 
6ª - Vamos levantar ofertas na “Casa de Paz”?

- Em hipótese alguma. Isso só geraria desconfiança desnecessária.
 
7ª - Ao término do processo a “Casa de Paz” se tornará uma célula?

- Não. Aquela casa era apenas um local de evangelismo e, para se tornar uma célula em definitivo, obedeceria os passos normais da igreja.
 
8ª – Será obrigatória a participação de todos, na formatura que acontecerá?

- Absolutamente. Porém todos serão convidados para a formatura.
 
9ª – As pessoas que frequentaram e aceitaram Jesus na “Casa de Paz”, são obrigados a se tornarem membros da Comunidade Vida Nova?

- De maneira alguma. Após a formatura da “Casa de Paz”, todos serão convidados a participar de uma “célula”, fazer a “Classe de Integração” e passar pelo o “Encontro com Deus”. Caso não haja interesse por parte de alguns, a Comunidade Vida Nova não se sentirá desconfortável com a decisão da pessoa, pelo contrário, continuará orando e abençoando-a.